prótese de silicone

PRÓTESE DE SILICONE RESOLVE FLACIDEZ ?

ig-iva
O implante de silicone nem sempre é a solução para uma mama flácida. A prótese preenche tecido vazio, mas não levanta a mama. Portanto, quando colocada em mamas flácidas, a paciente pode, simplesmente, passar a ter mamas grandes e flácidas.
Quando há flacidez, é necessária a retirada do excesso de pele e o levantamento dos seios através de uma técnica chamada Mastopexia. Neste caso, as cicatrizes são mais extensas do que a simples colocação de um prótese pelas aréolas. Na mastopexia, o corte é feito em forma de T invertido e também ao redor da aréola para que seja possível reduzir o seu diâmetro. Se a mama for flácida e pequena, há indicação de colocação de prótese também durante o procedimento.
Pacientes acima do peso também podem fazer a Mastopexia. Devem saber apenas que ao fazerem uma dieta rigorosa, as mamas, mesmo com prótese, podem cair. Quanto a mulheres que pretendem realizar o procedimento antes de engravidar, não há nenhum problema, pois a prótese é colocada atrás das glândulas mamarias, não atrapalhando em nada a amamentação.
Se o caso for apenas redução de gordura nas mamas, o procedimento chama-se Mamoplastia Redutora, mas as cicatrizes mantém-se em forma de T invertido. Contudo, apesar da extensão do corte, a médica é uma das poucas no país que já utiliza a cola cirúrgica em cirurgias de mama. A cola cirúrgica evita os pontos externos, o que diminui bastante a cicatriz.
A especialista alerta que a definição do tamanho ideal das mamas é feito através de uma avaliação da altura, largura do tórax e peso da paciente, sempre levando em consideração o equilíbrio estético do corpo como um todo.
Em ambos os casos o pós-operatório não costuma ser dolorido. Para isso, é muito importante que a paciente siga corretamente as orientações de seu médico quanto a evitar movimentos com os braços nas duas primeiras semanas e a carregar peso neste período.

REDUÇÃO DE MAMA COM COLOCAÇÃO DE PRÓTESE

ig-ivanoska

A cirurgia plástica de mama, seja para seu aumento ou diminuição, é uma das mais realizadas no mundo todo. Atualmente, após anos de procura por cirurgias para o aumento dos seios, a mamoplastia ou plástica para redução da mama vem crescendo muito.
Na maioria dos casos, a hipertrofia mamária vem acompanhada de excesso de pele e flacidez. Nestes casos, apenas a sua redução e lifting não são suficientes. “O implante de próteses de silicone associado à redução das mamas é o que proporciona o melhor resultado, deixando a paciente mais satisfeita. A prótese cria volume no colo e um resultado estético muito melhor.” – explica Dra Ivanoska Filgueira, cirurgiã plástica, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
Mas é preciso atentar para a idade da paciente. Para que seja possível a colocação da prótese, é necessária a retirada de praticamente 50% do tecido mamário. Esta redução dos ductos mamários certamente dificultará a amamentação no futuro. Por este motivo, o procedimento não é indicado para mulheres que ainda querem ter filhos.” – completa Dra Ivanoska.