silicone

GLUTEOMANIA

ig-ivanoska

Você pode até achar de gosto duvidoso, mas verdade é que a socialite Kim Kardashian parou a internet com seu derrièrre na capa da última Paper Magazine, em uma pose clonada de Grace Jones e clicada pelo mesmo fotógrafo em 1976.  Nos últimos desfiles de Nova York, Paris, Milão, a esposa de Kenye West foi convidada para todos, marcando presença vip na fila A e enlouquecendo os fofógrafos.

Você pode até achar de gosto duvidoso, mas verdade é que a socialite Kim Kardashian parou a internet com seu derrièrre na capa da última Paper Magazine. E, com isso, os estilistas já estão começando a prestar atenção nas curvas na hora de criar suas coleções. Nada de panos retos ! Mas vestidos sereia, uma bela para caber e encaixar um bumbum bonito e torneado.

Como nem todas as mulheres nasceram com as formas de La Kardashian, para sua sorte algumas técnicas podem transformar os seus glúteos no bumbum dos seus sonhos.  Uma delas é o implante de silicone e a outra o preenchimento, que pode ser realizado com ácido hialurônico ou através da técnica do lipofiling, que utiliza gordura do corpo do próprio paciente, geralmente retirada de pequenos excessos do abdômen ou dos culotes. Os preenchimentos são indicados em casos onde levantar o bumbum e moldá-lo são as prioridades. Já os implantes de próteses são indicados para quem pretende aumentar o volume, podendo chegar a 500 ml em cada glúteo.

A recuperação é o que faz toda a diferença nestes dois casos. Nos preenchimentos, o retorno às atividades cotidianas pode acontecer já no dia seguinte e volta à academia após uma semana. Contudo, os resultados duram apenas de 12 a 18 meses. Já os implantes de próteses exigem maiores cuidados, como 3 meses para retorno às atividades físicas e 2 semanas para retorno ao trabalho e direção de veículos. Já os resultados são duradouros.

REDUÇÃO DE MAMA COM COLOCAÇÃO DE PRÓTESE

ig-ivanoska

A cirurgia plástica de mama, seja para seu aumento ou diminuição, é uma das mais realizadas no mundo todo. Atualmente, após anos de procura por cirurgias para o aumento dos seios, a mamoplastia ou plástica para redução da mama vem crescendo muito.
Na maioria dos casos, a hipertrofia mamária vem acompanhada de excesso de pele e flacidez. Nestes casos, apenas a sua redução e lifting não são suficientes. “O implante de próteses de silicone associado à redução das mamas é o que proporciona o melhor resultado, deixando a paciente mais satisfeita. A prótese cria volume no colo e um resultado estético muito melhor.” – explica Dra Ivanoska Filgueira, cirurgiã plástica, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
Mas é preciso atentar para a idade da paciente. Para que seja possível a colocação da prótese, é necessária a retirada de praticamente 50% do tecido mamário. Esta redução dos ductos mamários certamente dificultará a amamentação no futuro. Por este motivo, o procedimento não é indicado para mulheres que ainda querem ter filhos.” – completa Dra Ivanoska.

 

Amamentação e prótese de silicone

amamentacao-protese

É um mito afirmar que o silicone pode diminuir ou impedir a produção do leite materno. O implante de silicone não interfere no funcionamento da glândula mamária e, portanto, na amamentação. Assim como ele também não passa para o leite materno, pois o corpo forma uma cápsula que isola a prótese. A sucção do bebê também não oferece nenhum risco ao implante.

Mulheres em período de amamentação não podem receber implante de silicone.
Além do tamanho das mamas estarem alterado, todas as medicações utilizadas no processo cirúrgico podem passar para o leite materno.
Deve-se aguardar o retorno das mamas ao seu tamanho original para submeter-se a uma cirurgia plástica.

Aquelas que já possuem próteses, devem saber que a colocação do implante não resulta em futura flacidez, que pode ocorrer por ganho de peso, textura da pele, idade  da paciente e  até predisposição genética.